Assembleia Nacional Galega  

 

Bem-vindes ao web da ANG!!


13.04.2018

A Assembleia Nacional Galega lança campanha de recolha de assinaturas contra a incineração de pneus no Berço


Bierzo Aire Limpio.png

Ligação da campanha da Assembleia Nacional Galega

Desde a Assembleia Nacional Galega queremos impulsionar a recolha de assinaturas e apoios da vizinhança e organizações da Galiza e do Eo-Návia à campanha promovida pela plataforma Bierzo Aire Limpio contra a incineração de pneus na empresa Cementos Cosmos. Somos cientes da atitude de desapreço que esta empresa tem contra as pessoas e os territórios, pela sua atuação no Concelho de Triacastela (Galiza), onde a sua atividade ilegal faz perigar a conservação da Cova de Eirós, na qual em 2012 foi encontrado um conjunto de pinturas e gravados rupestres que se poderiam remontar até 30mil anos de antiguidade, sendo a primeira mostra de arte rupestre achada na Galiza e que motivou a sua declaração como Bem de Interesse Cultural (BIC). Este comportamento de desapreço por parte da multinacional Votorantim, à qual Cosmos pertence, é o mesmo que se dá nos planos de intervenção em Corcoesto e na mina de Touro por Edgewater Exploration Ltd., e por isso pedimos o apoio ao manifesto de Bierzo Aire Limpo. Tambén manifestamos a nossa rejeição à atitude demonstrada pela empresa contra a liberdade de expressão das pessoas afetadas pela sua atividade, que se tem traduzido em demandas por motivos de honra contra Marcos Celeiro (Triacastela) e Valentín Carrera (O Berço) supondo-lhes grandes desembolsos económicos com o intuito de castigar e intimidar aquelas pessoas que como elas se opõem à sua atividade contaminante.

MANIFESTO “BIERZO AIRE LIMPIO”

“Em maio de 2011, mais de dez mil bercianos manifestaram-se – chamados pelos conselhos reguladores dos produtos do Bierzo e vinte e dois grupos de cidadãos – contra a incineração de resíduos planejada pela empresa Cementos Cosmos, contra Aqualdre Zinc e contra a lixeira de Biergrim. [Más información…]

AssembleiaNG - 23:26 @ Cultura, Sociedade, Política, Património, Economia | Adicionar um comentário

21.03.2018

A ANG pede a livre absoluição do moço galego Emilio Cao

Emilio Caojpg

A Assembleia Nacional Galega (ANG) pede a livre absoluição do moço de 22 anos do Carvalhinho Emilio Cao, para quem ministério público espanhol quer uma pena de 5 anos e 8 meses de cárcere e uma multa ou coima de 6.000 euros.

A causa disto é a participação de Emilio Cao numa “Marcha da Dignidade” desenvolvida em Madrid no ano 2014.

A ANG manifesta a sua preocupação pela evidente deriva autoritária do Estado espanhol nos últimos tempos e o seu apoio decidido à liberdade de expressão e à defesa do direito à manifestação pacífica da cidadania galega.

Quem é Emilio Cao?

AssembleiaNG - 19:49 @ Sociedade, Política | Adicionar um comentário

19.03.2018

A ANG com o direito dos galegofalantes a poderem expressar-se e viverem na sua língua

A Assembleia Nacional Galega (ANG) quer denunciar publicamente o caso de discriminação linguística sofrido recentemente por uma cidadã no edifício administrativo da Junta da Galiza na cidade de Lugo, expressar a sua solidariedade com essa mulher galega e exigir à Junta da Galiza e às outras instituições o seu compromisso firme e permanente com os direitos linguísticos da população galegofalante.

Não se pode permitir que duas funcionárias públicas neguem o direito a uma pessoa a ser atentida em galego e, ainda acima, quando lhes falam disso, façam apologia do franquismo. Não se podem permitir mais casos assim, infelizmente ainda habituais.

Nestas lamentáveis atuações estão-se a descumprir: 

- O artigo 5.4. [Más información…]

AssembleiaNG - 22:32 @ Língua, Cultura, Sociedade, Política, História, Património | Adicionar um comentário

08.03.2018

A Assembleia Nacional Galega apoia a greve feminista!

Este espao apoia greve feminista.png

Neste 8 de março celebra-se como cada ano o Dia Internacional da Mulher. A Assembleia Nacional Galega, sendo uma associação com uns Estatutos e um Código Ético escrupulosamente democráticos, não pode mais que apoiar firmemente as diversas concentrações e a greve feminista que terão lugar ao longo e ao largo da Galiza durante todo o dia. No nosso Código Ético esclarecemos, entre outras coisas, que qualquer pessoa que participe no seio da ANG deve comprometer-se a “defender a aplicação da Declaração Universal dos Direitos Humanos”, “promover a igualdade, tanto na sociedade quanto no interior da ANG, lutando contra todo tipo de machismo, racismo, xenofobia ou de exclusão por identidade de género ou orientação sexual”, “exigir a revogação dos representantes ou dos membros dos órgãos da ANG no caso de estes violarem ou discumprirem o Código Ético. [Más información…]

AssembleiaNG - 01:54 @ Sociedade | Adicionar um comentário

24.02.2018

A Assembleia Nacional Galega comemora o “Dia de Rosalia de Castro”

rosalia-de-castro.jpg

Rosalia de Castro, nascida em Santiago de Compostela num 24 de fevereiro de 1837 e finada na vila de Padrão no 15 de julho do ano 1885, foi uma intelectual, escritora, poeta, romancista e feminista galega. Celebridade imprescindível, considerada a figura mais ilustre e notável da lírica moderna e um do vultos mais representativos da literatura galega. Responsável principal, junto com Eduardo Pondal e Manuel Curros Enríquez, do Rexurdimento galego decimonónico. É conhecida não só a nível do estado espanhol, mas também internacionalmente ao lado da nossa lírica galego-portuguesa. [Más información…]

AssembleiaNG - 19:11 @ Língua, Cultura, Sociedade, História, Património | 1 comentário

13.11.2017

A Assembleia Nacional Galega adire a iniciativa lançada à sociedade galega por Causa Galiza

Nesta semana que acabou, a Assembleia Nacional Galega realizou um inquérito entre os sócixs a respeito da iniciativa lançada por Causa Galiza à vista da crítica situação que vive a “democracia” no estado espanhol e das perspetivas de involução em termos de estatus nacional, de liberdades e direitos individuais e coletivos, entre outros, pondo como escusa o processo de independência da Catalunya e a aplicação do antidemocrático artigo 155 da constituição espanhola naquela nação. Nesse sentido, propõe-se iniciar uma campanha informativa e propagandística que terminará numa manifestação nacional galega em Compostela no 39⁰ aniversário da Constituição espanhola. Neste inquérito, 78% dos associados decidiram que a ANG aderisse a iniciativa lançada à sociedade por Causa Galiza. [Más información…]

AssembleiaNG - 01:58 @ Sociedade, Política | Adicionar um comentário