Assembleia Nacional Galega  

 

Bem-vindes ao web da ANG!!


30.03.2018

A Assembleia Nacional Galega solidariza-se com os dirigentes catalães represaliados e com as suas famílias e pede ao estado soluções políticas

Desde a Assembleia Nacional Galega queremos mostrar a nossa solidariedade com as famílias dos consellers e com os consellers do Parlament de Catalunya, Josep Rull, Jordi Turull, Raül Romeva, Carme Forcadell e Dolors Bassa, que na tarde do dia 23/03/2018 foram enviados à prisão pelo juiz do Tribunal Supremo espanhol Pablo Llarena. Assim mesmo, também desejamos expressar o nosso apoio ao President legítimo catalão Carles Puigdemont que permanece numa prisão alemã desde o passado domingo pelo menos até início da vindoura semana quando a fiscalia de aquele país decida sobre a execução de extradição ao estado espanhol. Além disso, também queremos expressar o nosso suporte com as exiladas políticas Marta Rovira e Anna Gabriel na Suiça e com o resto de consellers do Parlament exilados ou já presos em diferentes cárceres de Madrid.

Na ANG defendemos o direito de autodeterminação dos povos. Nesse sentido, todos os políticos catalães que nestes tempos estão a ser represaliados, foram eleitos pela cidadania catalã com o intuito, também, de levar a cabo um referendo que reflectisse a sua vontade. [Más información…]

AssembleiaNG - 16:25 @ Política | Adicionar um comentário

21.03.2018

A ANG pede a livre absoluição do moço galego Emilio Cao

Emilio Caojpg

A Assembleia Nacional Galega (ANG) pede a livre absoluição do moço de 22 anos do Carvalhinho Emilio Cao, para quem ministério público espanhol quer uma pena de 5 anos e 8 meses de cárcere e uma multa ou coima de 6.000 euros.

A causa disto é a participação de Emilio Cao numa “Marcha da Dignidade” desenvolvida em Madrid no ano 2014.

A ANG manifesta a sua preocupação pela evidente deriva autoritária do Estado espanhol nos últimos tempos e o seu apoio decidido à liberdade de expressão e à defesa do direito à manifestação pacífica da cidadania galega.

Quem é Emilio Cao?

AssembleiaNG - 19:49 @ Sociedade, Política | Adicionar um comentário

19.03.2018

A ANG apoia as reivindicações dos pensionistas galegos

Pensionistas galegos.png

A Assembleia Nacional Galega (ANG) apoia as reivindicações e as mobilizações dos e das pensionistas da Galiza para conseguirem o direito de terem umas pensões dignas, revalorizadas e sem perdas de poder adquisitivo.

A Galiza, que sofre uma evidente e gravíssima crise demográfica, devida à crise económica, emigração, redução da natalidade e abandono do meio rural, é uma das partes do Estado espanhol mais envelhecidas, com uns 651.600 aposentados e aposentadas, o 34% da sua população. Cinquenta concelhos galegos, por exemplo, já têm agora tanta densidade como a da Sibéria. [Más información…]

AssembleiaNG - 22:41 @ Política, Economia | Adicionar um comentário

A ANG com o direito dos galegofalantes a poderem expressar-se e viverem na sua língua

A Assembleia Nacional Galega (ANG) quer denunciar publicamente o caso de discriminação linguística sofrido recentemente por uma cidadã no edifício administrativo da Junta da Galiza na cidade de Lugo, expressar a sua solidariedade com essa mulher galega e exigir à Junta da Galiza e às outras instituições o seu compromisso firme e permanente com os direitos linguísticos da população galegofalante.

Não se pode permitir que duas funcionárias públicas neguem o direito a uma pessoa a ser atentida em galego e, ainda acima, quando lhes falam disso, façam apologia do franquismo. Não se podem permitir mais casos assim, infelizmente ainda habituais.

Nestas lamentáveis atuações estão-se a descumprir: 

- O artigo 5.4. [Más información…]

AssembleiaNG - 22:32 @ Língua, Cultura, Sociedade, Política, História, Património | Adicionar um comentário

08.03.2018

A Assembleia Nacional Galega apoia a greve feminista!

Este espao apoia greve feminista.png

Neste 8 de março celebra-se como cada ano o Dia Internacional da Mulher. A Assembleia Nacional Galega, sendo uma associação com uns Estatutos e um Código Ético escrupulosamente democráticos, não pode mais que apoiar firmemente as diversas concentrações e a greve feminista que terão lugar ao longo e ao largo da Galiza durante todo o dia. No nosso Código Ético esclarecemos, entre outras coisas, que qualquer pessoa que participe no seio da ANG deve comprometer-se a “defender a aplicação da Declaração Universal dos Direitos Humanos”, “promover a igualdade, tanto na sociedade quanto no interior da ANG, lutando contra todo tipo de machismo, racismo, xenofobia ou de exclusão por identidade de género ou orientação sexual”, “exigir a revogação dos representantes ou dos membros dos órgãos da ANG no caso de estes violarem ou discumprirem o Código Ético. [Más información…]

AssembleiaNG - 01:54 @ Sociedade | Adicionar um comentário