Assembleia Nacional Galega  

 

Bem-vindes ao web da ANG!!


19.03.2018

A ANG apoia as reivindicações dos pensionistas galegos

Pensionistas galegos.png

A Assembleia Nacional Galega (ANG) apoia as reivindicações e as mobilizações dos e das pensionistas da Galiza para conseguirem o direito de terem umas pensões dignas, revalorizadas e sem perdas de poder adquisitivo.

A Galiza, que sofre uma evidente e gravíssima crise demográfica, devida à crise económica, emigração, redução da natalidade e abandono do meio rural, é uma das partes do Estado espanhol mais envelhecidas, com uns 651.600 aposentados e aposentadas, o 34% da sua população. Cinquenta concelhos galegos, por exemplo, já têm agora tanta densidade como a da Sibéria.


Desse montante de pensionistas galegos , uns 300.000 -o 39%- vivem abaixo do limiar da pobreza, com umas pensões de miséria. Uma percentagem muito superior à da média do Estado espanhol, sendo maioritárias nessa percentagem as mulheres.


As pensões dos galegos e galegas, segundo dados oficiais, são as mais baixas do Estado espanhol, com exceção da Extremadura. O 56% das pensões galegas -81% no caso das mulheres galegas- são inferiores ao salário mínimo, fixado hoje em 735,90 euros mensais.

As pensões são imprescindíveis na sociedade galega contemporânea, não só para a vida dos reformados e reformadas, senão também porque com elas vivem muitas famílias afetadas pelo desemprego e a precariedade laboral. Não se pode permitir, portanto, que tenham perdas com incrementos muito inferiores aos do IPC.

Não se pode dizer com objetividade que não haja dinheiro no Estado espanhol para as pensões, quando se resgatam as empresas de autoestradas, a banca, se desgravam os planos de pensões privados, se praticam amnistias fiscais às grandes fortunas, existe duplicidade de instituições (deputações, etc) e as rendas empresariais espanholas pagam muito menos do que se contribui com elas como média nos países da UE. Trata-se, mais uma vez, do típico discurso falso e manipulador neoliberal.


As mobilizações dos e das pensionistas galegos merecem todo o apoio da sociedade galega, porque estas lutas também contribuem a que as próximas gerações possam ter umas pensões dignas.

A Assembleia Nacional Galega (ANG) anima aos pensionistas galegos, e à sociedade galega no seu conjunto, a continuar saíndo às ruas, até conseguirem as suas justas reivindicações.

AssembleiaNG - 22:41 @ Política, Economia | Adicionar um comentário